segunda-feira, junho 16, 2008

FORMULA 17





Título Original: 17 Sui De Tian Kong

Diretor: Jin-yung Chen
Gênero: Comedia/Romance

País de Origem: Taiwan

Ano: 2005

Duração: 93 minutos
Elenco:
Happy Together, Blue Gate rossing, Millennium Mambo, A Year Without Love

Comentário do P.P.F.:

Quando me sento em meu sofá em frente da Tv para assistir a um filme, sempre desejo estar entrando em uma experiência que vá me marcar. Às vezes, a falta de interesse some nos primeiros minutos e começam a me passar lembranças. Lembranças sim. Sou romântico, qual o problema?

É o caso desse filme “Formula 17” que mostra situações de tanta pureza e doçura na descoberta do amor, que me regressa a uma época onde a paixão era inocência e tudo que queríamos era ficar perto daquele garoto do colégio que dava aquele frio na barriga quando ficava perto de você.

Aqui nesta produção asiática, Tien (Tony Yang) é um garoto do interior de 17 anos e virgem, lindo por sinal, opinião minha ‘dá licença’, Ele tem sua homossexualidade assumida e mantém contatos apenas pela Internet com outros caras. Certo dia resolve conhecer um deles pessoalmente na cidade grande. A decepção de Tien é que o cara só quer saber de sexo e não de algo mais sério.

Chou T'ien-Tsai é inteligente, percebe-se com sua afinidade com os livro. Acho que ele deve ter lido Mikel Gotzon Santamaría, que dizia: “Quando se prima pela busca do simples prazer físico, esse prazer tende a converter-se em algo momentâneo e fugidio, que deixa um rastro de insatisfação. Porque a satisfação sexual é na realidade apenas uma parte, e talvez a mais pequena, da alegria da entrega sexual de alma e corpo própria da entrega total do amor conjugal.” Ehh, ele é um dos meus!

Então, voltando pra sinopse. Como já estava na cidade, aproveita e procura um amigo de colégio também gay que trabalha em uma boite, Yu Yu, não estranhe é o nome do amigo. Esqueceu que é um filme asiático? Por sinal Yu Yu (King Chin) e mais dois amigo fazem o ponto de apoio de Tien e a veia cômica da película, com um humor bem peculiar dos asiáticos.

Durante esta estadia, Tien conhece o “Grande Gostosão Boy Gay” Playboy Pai (Duncan Lai), que é famoso pelas suas “ficadas e largadas”. No entanto a partir de contra tempos e encontros e desencontros vimos à vida amorosa de ambos dar uma reviravolta.

Derretendo “feito manteiga” – Vou ser sincero, fiquei apaixonado pelas sacadas que o diretor colocou no filme. Tem uma cena em que os dois protagonistas se encontram em um sinal de transito e ficam aguardando abrir, de súbito eles se percebem e começam a trocar perguntas sendo que Pai tem a iniciativa, no entanto tem um outro personagem entre eles dois que serve de interlocutor intermediário, veja que tudo isso ressalta aquela fragilidade de que costumamos ter ao tentar mostrar nossos sentimentos pra quem gostamos. Tenho um carinho muito grande por
produções japonesas, chinesas, coreanas e demais asiáticas. No entanto, esse foi o primeiro filme com temática gay desse continente que assisti. Espero ver outros e passar pra vocês.

O romance de Formula 17 não é tão alongado e nem imediato é sem etapas, acho que devido à procura da tal formula do amor. Sentimos a aflição do conquistador em não entender por que está sentido tudo aquilo, até porque somos informados da razão dele ser um “pega e larga”. Beijos, abraços, paixão e até amor é conflitante pra ele. Vale lembrar de uma cena em que Playboy Pai, devido as suas terapias, tenta convencer o amigo a lhe dar um beijo, depois de tanto treino de frente ao espelho. E o garoto sabe que o amor é difícil e pode vir a trazer sofrimento, já que a escolha no momento lhe parece bem arriscada.

Por fim, sabemos que viver é correr risco e eles também sabem disso, então existe sempre a possibilidade de tentar ou desistir basta sabermos escolher. E já dizia o ditado: “Melhor se arrepender do que fez do que se arrepender do que deixou de
fazer”.

Espero que degustem essa gostosa aventura amorosa e em breve volto com outro filme bacana. Fuiii...


FOTOS














VEJA O TRAILER









Texto: Edmar Azevedo

Revisão: Djavan Pereira


"ASSISTA AO FILME E FAÇA SEU
COMENTÁRIO"

Um comentário:

Pérola Noturna disse...

Poxa k inveja vc já assistiu??hunfxxxxxx
eu keroooooooooo T_T